HOMEPAGE

Fact Checker: A minha crónica no site da Sábado
Publicado em: 29 Abr, 2015
Partilhar: Partilhar no Twitter

sampaio-novoa

SAMPAIO DA NÓVOA É UM PERIGO PARA PORTUGAL. PORQUÊ?

Porque sabemos que adora José Mujica, o mítico presidente do Uruguai que desprezava o dinheiro e quem o possuía, mas desconhecemos o que pensa sobre Paulo Portas, Passos Coelho e António Costa. E sobre Cavaco Silva. E sobre Marinho e Pinto. E sobre os grupos, grupinhos, movimentos e candidatos a movimentos que se reproduzem como coelhos na esquerda radical.

Porque sabemos que é um habilidoso jogador de futebol e de matraquilhos mas desconhecemos as suas capacidades para se movimentar na arena política, o que, tendo em conta que dificilmente sairá uma maioria estável das próximas eleições e que, por isso mesmo, o Presidente da República terá um papel determinante na construção de consensos, é, no mínimo, preocupante.

Porque sabemos que na sua juventude participou em tertúlias no mítico café Atenas mas desconhecemos por completo o que pensa sobre a crise grega, sobre o Syriza, sobre a restruturação da dívida ou sobre política externa de uma forma geral.

Porque sabemos que aprecia música de intervenção mas não fazemos a mínima ideia sobre se pretende ser um Presidente interventivo.

Porque sabemos que em “Woyzeck”, a primeira peça teatral em que participou, interpretou o papel de um soldado mas desconhecemos em absoluto as suas ideias sobre defesa. Ora, o Presidente da República é o Comandante Supremo das Forças Armadas. 

 Porque sabemos que foi fundador do TMUPA – Trabalhadores e Moradores Unidos Pela Autarquia, um movimento para concorrer à assembleia de freguesia da Parede, mas desconhecemos se terá genica para se movimentar nos grandes palcos.

Portugal não precisa de um poeta idealista na presidência. Necessita, como de pão para a boca, de um político profissional que não tenha pudor em sujar as mãos, em conspirar activamente ao telefone para conseguir consensos, em optar pelo mal menor. Sim, pelo mal menor, porque os próximos quatro anos serão passados a gerir prejuízos. Alguém acredita que Sampaio da Nóvoa é homem para a tarefa? Pois.

 

SAMPAIO

ESTE ARTIGO FOI ORIGINALMENTE PUBLICADO AQUI









Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Current ye@r *