HOMEPAGE

Espiões, maçonaria, Miguel Relvas, Passos Coelho. Cocktail explosivo, não é?
Publicado em: 23 Abr, 2014
Partilhar: Partilhar no Twitter

 

ProvaCorSABADO_ProvaCorSABADO

 

A capa da Sábado desta semana é uma entrevista ao ex-espião Jorge Silva Carvalho, que pela primeira vez, decidiu falar de forma aberta acerca do caso mais mediático dos últimos anos. Chegou ao Hotel Altis na sua carrinha Mercedes, vindo do Alentejo. Era domingo e o tempo estava encoberto – um cenário idílico para entrevistar um espião. Não quis fotografar a entrevista. Recusou-se a ser filmado durante a conversa. Fiquem com alguns destaques:

Sobre a acusação de corrupção: “É persecutória e intencional. A decisão de estava tomada desde o início”

Sobre o relatório acerca da vida privada de Pinto Balsemão: “É um lixo. Nunca o faria assim”

Sobre o seu projecto de poder a partir da maçonaria: “A maçonaria não é importante, sempre foi um espinho na minha carreira”

Sobre Pedro Passos Coelho: “Almocei com ele e um membro do seu gabinete convidou-me para liderar os serviços secretos”

Sobre o seu deslumbramento com o poder: “Nunca desmaiei nem me inebriei, nunca perdi a consciência”

Ao longo dos últimos anos, a Sábado tem sido, a par do Expresso, a publicação que mais fez a vida negra a Jorge Silva Carvalho. Sempre cumprimos um critério básico: tentar ouvi-lo. Quase sempre optou por não falar, invocando o facto de não querer furar segredos de justiça ou segredos de Estado. Desde o início que combinámos – eu e ele – que quando ele decidisse falar à séria o faria comigo.

Não sei se é culpado ou inocente – não faço juízos de valor até que aconteça uma condenação ou uma absolvição. Neste momento está a perder, claramente. Mas até por experiência própria sei que os processos judiciais não são provas de velocidade – são maratonas. Vamos ver quem chega primeiro ao fim: se o Ministério Público, se Jorge Silva Carvalho.

Há uma coisa que sei: comigo honrou a sua palavra. E isso, para mim, não é pouco. 

 









Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Current ye@r *