HOMEPAGE

Inquéritos Pedantes a Pessoas (fascinantes) – Cláudio Ramos
Publicado em: 03 Dez, 2013
Partilhar: Partilhar no Twitter

freud

Cláudio Ramos. Cláudio Ramos. Sim, Cláudio Ramos. Meu Deus. Se sobre a bigodaça de António Sala, o primeiro entrevistado desta série, poderia escrever um milhão de caracteres, sobre a depilação de Cláudio poderia escrever uma enciclopédia. A tentação é forte mas não o farei.  Defendi até à última gota de suor a honra da saudosa massa pilosa de Sala; a educação obriga-me a dar igual tratamento ao peitoral depilado de Ramos. Fica prometido um post sobre o assunto lá mais para a frente. Cláudio Ramos, que corajosamente aceitou participar sem reservas nesta rubrica, acaba de lançar o livro “Homem com Estilo Vale por Dois”. Poderia ser esse o mote para esta conversa de águas profundas. Poderia. Mas não é. 

Na sua obra, Sigmund Freud fala em duas pulsões que estão permanentemente em conflito no cérebro humano: Eros, uma pulsão de carácter sexual que nos empurra para a vida e para o prazer; e Tanatos, a pulsão da morte que nos arrasta para a auto-destruição. Qual delas é mais presente em si?
Conflitos é comigo! Se estas pulsões existem com estes nomes tão criativos olhe que nunca tinha ouvido falar, ando demasiado distraído, mas a minha seria a Eros, que eu sou muito sexual… e pouco auto-destrutivo.
freud1
Já que falamos de Freud, acha ou não que Pedro Passos Coelho teria claramente algo a ganhar se fizesse psicanálise?
Acredito que faça. Acho que todos fazemos, eu faço há muitos anos… uns têm dinheiro para pagar a psicanalista. outros brincam aos divãs e aos psicanalistas e vão batendo com a cabeça na parede até encontrarem uma solução, porque as consultas são caras. Passos Coelho, pelas soluções que tem encontrado, anda com falta de dinheiro para ir a um divã profissional.
Concorda com a seguinte citação de Aristóteles: “O prazer no trabalho aperfeiçoa a obra”? 
Foi Ele que disse isso!? Aposto que me tinha saído da boca… porque penso exactamente igual, e há mais quem pense. Aposto, que bem pesquisado na net, se encontram outras vozes a dizer o mesmo. 
Walter Benjamin, um dos grandes vultos da Escola de Frankfurt, defendeu que fenómenos como a fotografia democratizaram a obra de arte porque a tornaram acessível ao cidadão comum. Concorda?
Este senhor não o conhecia, mas diz coisas engraçadas… Mas sim acho que tem razão, porque desta maneira todos podemos ir ao Museu do Louvre sem meter os pés em França… Não me parece mal.
Comente a seguinte frase de Vinicius de Moraes: “As feias que me perdoem mas a beleza é fundamental”.
… Vinicius, do alto dos seus 100 anos de idade, tem a sua razão. A Beleza pode não ser fundamental – onde andaria eu Meu Deus! – mas ajuda em muitos casos. Senão não existiam discursos de Miss Universo, e eu sem eles não passo.
Oscar Wilde defendia que o mérito de alguém pode ser medido através do número de pessoas que a invejam. O Cláudio é um exemplo vivo da veracidade desta tese?
Não!!  A mim ninguém inveja. Tenho dentes tortos, pernas tortas, quarenta anos, estou cheio de rugas, a minha voz é insuportável… não me parece que alguém quisesse ser como eu. Você não acha?
oscar
Considera ou não que a luxúria é um pecado capital excessivamente valorizado?
… Não acho. Gosto de pecar, gosto de pecados. A Luxúria, faz parte do meu dia a dia. E ainda que não faça na prática, faz na teoria. Sou um pecador nato…
Que leitura de Inverno sugere aos seus inimigos?
… Os meus livros. Aquecem a alma, se por acaso já os leram, aconselho as crónicas de Zé Luis Peixoto todas num livro maravilhoso. ‘Abraço’.
Em teoria, se tivesse de escolher entre trabalhar num filme com Luchino Visconti ou Steven Spielberg, optaria pelo neo-realismo do primeiro ou pela loucura criativa do segundo?Porquê?
Sempre pela loucura de Spielberg, se bem que seria mais aplaudido se fosse para o Luchino. Não em pergunte porquê, porque eu não conheço grandes obras cinematográficas de Visconti.
 
Acha ou não que Manuel Maria Carrilho merecia um encontro com Otelo em plena praça do Campo Pequeno?
Acho que o Manuel Maria Carrilho deveria perceber que a roupa suja lava-se em casa. A rua é só para a secar, pendurada num estendal em dias de sol.
IMG_4144
Ele, Cláudio!
images
Depilação impecável
(PS: entretanto Cláudio Ramos contactou-me a garantir que não depila o peito. Mas não jurou que o fizesse noutras zonas corporais) 








Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Current ye@r *