HOMEPAGE

Da série “As cartas que me enviam”
Publicado em: 21 Jun, 2013
Partilhar: Partilhar no Twitter

Um senhor chamado Bernardo Brendel decidiu enviar-me há uns tempos algumas mensagens privadas em que me confronta com a minha dura, triste e penosa realidade: um “jornalista de merda”, “desconhecido de todos”. Alega Bernardo, benfiquista revoltado com uma crónica que assinei no Record, que provavelmente nem terei curso de jornalismo e que provavelmente serei colega de curso “do Relvas”. Na altura não tive a oportunidade de agradecer-lhe a gentileza de se ter lembrado de mim. Faço-o agora. E aproveito para o homenagear divulgando as mensagens que me remeteu – seria criminoso guardar só para mim preciosidades com este alcance.

 

carta

 

Duas notas importantes:

1 – Por motivos óbvios, a identidade dos autores das cartas ou denúncias será sempre protegida. A única excepção serão as ameaças e os insultos – até prova em contrário acredito que cobardes e malcriados não merecem protecção.

2 – As denúncias que divulgo não deram origem a notícias. Ou seja, para todos os efeitos não correspondem à verdade.









Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Current ye@r *