HOMEPAGE

Ainda mais cromos de uma caderneta muito especial
Publicado em: 09 Mai, 2013
Partilhar: Partilhar no Twitter

E a saga da caderneta de cromos do Independente continua a uma velocidade vertiginosa. Já mostrei o penteadinho à foda-se do Nuno Tiago Pinto (desculpa Nuno, é mais forte que eu). O Mascarenhas a mexer na berlaita. O Paulo Reis a fingir que não é um serial Killer (difícil, Paulo, muito difícil). O Leonardo Ralha a tentar parecer um homem normal (bom, mais ou menos). Falta ainda apresentar-vos a magnífica Inês Dentinho, uma das melhores jornalistas da história do jornal, mas também o grande e maquiavélico Vítor Cunha ou a saudosa Ilda Furacão. Começo, naturalmente, por sua eminência reverendíssima.

 

13

Inês Dentinho: o Céu ainda espera por ela – e ainda bem

1

Vítor Cunha: o Maquiavel de serviço

11

O instrumento do Paulo Pinto Mascarenhas

10

Luís Rosa: o homem que derrubou Isaltino









Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Current ye@r *

Páginas: 1 2 3